quarta-feira, 6 de junho de 2012

Luanda - Angola

Série >> A África que nunca vimos, ou que ninguem nos mostra



LUANDA, uma cidade bonita e agradável!

Luanda é a capital e a maior cidade de Angola. Localizada na costa do Oceano Atlântico, é também o principal porto e centro económico do país. Constitui um município subdividido em 13 distritos urbanos e é também a capital da província homónima.

Foi fundada a 25 de Janeiro de 1576 pelo fidalgo e explorador português Paulo Dias de Novais, sob o nome de São Paulo da Assunção de Loanda, conta com uma população de aproximadamente 5 milhões de habitantes, o que a torna a terceira mais populosa cidade lusófona do mundo, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, ambas no Brasil.

As indústrias presentes na cidade incluem as de transformação de produtos agrícolas, produção de bebidas, têxteis, cimento e outros materiais de construção, plásticos, metalurgia, cigarros e sapatos. O petróleo, extraído nas imediações, é refinado na cidade, embora a refinaria tenha sido várias vezes danificada durante a guerra civil que assolou o país entre 1975 e 2002. Luanda possui um excelente porto natural, sendo as principais exportações o café, algodão, açúcar, diamantes, ferro e sal.

Os habitantes de Luanda são, na sua grande maioria, membros de grupos étnicos, principalmente ambundu, ovimbundu e bakongo. Existe uma minoria significativa de origem europeia, constituída principalmente por portugueses, e uma importante comunidade chinesa. A língua oficial e a mais falada é o português, sendo também faladas várias línguas do grupo bantu, principalmente o kimbundu.

Dentre os muitos atrativos que Luanda tem para oferecer, poderá encontrar:

Igrejas

Devotos de um cristianismo com tempero africano, os luandenses, também conhecidos como caluandas, expressam sua religiosidade nos diversos templos da cidade.

A Igreja de Jesus, barroca, fundada em 1636 e restaurada recentemente, é a mais antiga do núcleo central da cidade. Tipicamente tropical, a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, de 1679 e actual Sé de Luanda, encanta pelas frondosas palmeiras de seu adro e pelas torres gémeas que enobrecem a fachada.

Também do século XVII, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo chama a atenção pelo tecto pintado à mão, pelo coro e pelos azulejos setecentistas. Anexo à igreja, o antigo Convento do Carmo é sinónimo de paz e tranquilidade

Porém, a igreja mais simpática de Luanda é a da Nazaré, junto à Marginal, com dois tambarineiros seculares em seu adro e magníficos azulejos historiados no interior.

Na ilha do Cabo, à entrada da baía e com acesso ao final da Marginal, está localizada a igreja mais antiga de Angola, fundada em 1575 pelos quarenta portugueses que viviam na ilha antes da mudança da cidade de Luanda para o continente, a igreja de Nossa Senhora do Cabo.

Edificios Civis e Militares

A maior parte das construções coloniais encontra-se em mau estado de conservação, incluindo o famoso Palácio de Ferro, que se supõe ter sido projectado por Gustave Eiffel. Destacam-se, pelo bom estado de conservação, os edifícios da Alfândega e do Hospital de Josina Machel. Mais modernos, destacam-se alguns edifícios do governo e a sede do Banco Nacional de Angola, com sua belíssima fachada restaurada.

No exacto ponto onde a Marginal encontra a ilha do Cabo, está a Fortaleza de São Miguel, primeira fortificação erigida para defender Luanda, em 1576. A fortaleza abriga actualmente o Museu Central das Forças Armadas.

Museus

Situado no Largo do Kinaxixe, o Museu Nacional de História Natural abrange o universo da fauna e da flora angolana, através de seu interessante acervo. Já o Museu Nacional de Antropologia aborda o lado humano do ambiente angolano, com mostras de instrumentos de trabalho e arte das distintas etnias do país.

Ocupando o espaço da Fortaleza de São Miguel, o Museu Central das Forças Armadas expõe o testemunho das diversas guerras de Angola, além de algumas estátuas do período colonial em seu exterior.

Paisagens

Um dos mais belos cartões-postais de Luanda, a Av. 4 de Fevereiro, conhecida simplesmente como Marginal, exibe o contraste entre a beleza natural da baía e os edifícios modernos ao seu redor.

A ilha do Cabo, à entrada da baía de Luanda, possui belíssimas praias de areias brancas e águas claras, ornadas por coqueiros. Na ilha existe uma excelente estrutura de entretenimento, com muitos bares e restaurantes.

Noite

Luanda ferve com a chegada da noite. Alegre e descontraído, o povo angolano se diverte intensamente no ritmo quente da noite luandense. Para quem gosta de curtir a noite, são muitas as opções, que só terminam ao raiar de um novo dia.

Se prefere uma boa noite de sono, nada melhor para coroar um dia repleto de descobertas do que descobrir o maravilhoso mundo gastronómico angolano, escolhendo um dos diversos restaurantes de Luanda para restaurar as energias.

Luanda foi a principal cidade a acolher os jogos do Campeonato Africano das Nações 2010.

Nenhum comentário: